Palestrantes confirmados no 27º Encontro Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas, Práticas e confrontAÇÕES

Profa. Dra. Lilian Llanes Godoy | 4a.feira, 26/setembro, 13h30-15h00

Título: AS Práticas artísticas atuais e sua influência na cena artística

 Professora doutora em História da Arte. Entre outros cargos destacam-se: atual presidente da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA) em Cuba; fundadora do Centro Wifredo Lam; diretora da Bienal de la Habana nas segunda, terceira, quarta, quinta e sexta edições; Vice-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação e Professora de Historia da Arte no Instituto Superior de Arte em Havana; Professora de Historia da Arte na Escuela de Artes y Letras da Universidade de Havana. É membro do Conselho Editorial da Revista de Arte Cubano; membro honorário da Fundacion Ludwig (Cuba, desde 1996); da Unión Nacional de Escritores y Artistas de Cuba (UNEAC) (desde 1990). Atuou como membro e jurada internacional em diversas organizações internacionais, e como membro correspondente da Academia Nacional de Bellas Artes de Argentina, 2002. É autora, entre outros livros, de La escultura en Cuba entre 1900 y 1930, Editorial Collage Habana (Cuba, 2018); Del arte en Cuba, enseñanza y divulgación de las artes visuales entre 1900 y 1930, Editorial Letras Cubanas, ICL (Havana, Cuba, 2016); El Pacto con las aguas de Miriam Calzada, Fundación Popular (Republica Dominicana, 2015); El Vedado de los generales y doctores, Selvi Ediciones (Valencia, Espanha, 2013); Memorias de la Bienal de la Habana 1984-1998, Ediciones Arte Cubano (Havana, Cuba, 2012); El salón de mayo en La Habana, Ediciones Arte Cubano (Havana, Cuba, 2011); Más allá de la crítica, Ediciones Arte Cubano (Havana, Cuba, 2010); Havana, Then and Now, Thunder Bay Press (San Diego, California, 2004). Foi curadora de uma série de exposições — Exposición Fotografía de la vanguardia cubana, Instituto Valenciano de Arte Modermo (IVAM) Valenoia, 2012; Exposición Por los caminos de la vanguardia en Cuba, Museo de Arte Latinoamericano (MALBA), Fundación Costantini (Buenos Aires, Argentina, março 2010); Exposición Vanguardias cubanas. 1920-1940, Palacio Bricherasio, (Torino, Italia, 2006); Exposición Vanguardias cubanas. 1920-1940, Instituto valenciano de arte moderno (IVAM) (Espanha, 2006); Exposición Belkys Ayón, Centro Cultural Recoleta (Buenos Aires, Argentina, 2004); Exposición Miriam Calzada: Pacto con la tierra, Museo de Arte Moderno de Santo Domingo (2005). Recentemente expôs sua coleção de leques latino-americanos na exposição “Experiencias de coleccionismo familiar”, na Casa de América (Madri, Espanha) e no Museo Quinta de Santiago (Porto, Portugal).

Profa. Dra. Lilia Moritz Schwarcz | 5a.feira, 27/setembro, 13h30-15h00

Titulo: Circulação e trocas na exposição Histórias Afro-atlânticas

 Professora titular no Departamento de Antropologia da USP. Foi Visiting Professor em Oxford, Leiden, Brown, Columbia e Princeton, onde foi Global e é Professora Visitante desde 2010. Em 2007 obteve a bolsa da John Simon Guggenheim Foundation Fellow. E em 2010 recebeu a Comenda da Ordem do Mérito Científico Nacional, em 2018 a medalha Júlio Ribeiro (por destaque cultural etnográfico), foi “Mulher de Ideias” (pelo Jornal do Brasil em 2008, proferiu a John H. Parry Lecture em 2010 (Harvard), e recebeu a medalha Rui Barbosa, pela contribuição ao enriquecimento da cultura do país em 2017. É autora, entre outros, de Retrato em branco e negro (1987. prêmio APCA e FNL), O espetáculo das raças (Companhia das Letras, 1993 e Farrar Strauss & Giroux, 1999, prêmio FNL), Racismo no Brasil (Publifolha 2001), As barbas do Imperador (1998, Melhor biografia e Livro do Ano, prêmio Jabut, prêmio Clio de História e prêmio UBE, sendo o livro publicado também pela, Farrar Strauss & Giroux, NY, 2004 e pela Assírio Alvim (Lisboa, 2003), Na era das certeza, 2002, Prêmio UBE; A longa viagem da biblioteca dos reis (2002, Prêmio do Instituto Histórico e Geográfico e recebimento do “Colar do Centenário”), O sol do Brasil (2008, Prêmio Jabuti categoria biografia 2009), Brasil: uma biografia (com Heloisa Murgel Starling; Companhia das Letras, 2015, indicado dentre os dez melhores livros prêmio Jabuti Ciências Sociais) e Lima Barreto triste visionário (São Paulo, Companhia das Letras, 2017, Prêmio APCA). Coordenou, entre outros, o volume 4 da História da Vida Privada no Brasil (1998, Prêmio Jabuti categoria Ciências Humanas 1999, prêmio Manoel Bonfim e prêmio UBE) e a História do Brasil Nação. Mapfre/ Objetiva em 6 volumes (Prêmio APCA, 2011). Publicou com Lucia Stumpf e Carlos Lima A batalha do Avaí (Sextante, 2013, Prêmio ABL), com Adriana Varejão Pérola imperfeita: a história e as histórias na obra de Adriana Varejão (Companhia das Letras, Cobogó, 2014, prêmio APCA), com Adriano Pedrosa o catálogo da exposição Histórias Mestiças (Cobogó e Instituto Tomie Ohtake, Jabuti de melhor livro de arte 2016) e com Flávio Gomes Dicionário da escravidão e da Liberdade (São Paulo, Companhia da Letras, 2018). Com André Botelho organizou duas coletâneas: Um enigma chamado Brasil em 2012 (Prêmio Jabuti 2010) e Agenda brasileira, em 2013. Foi curadora de uma série de exposições — A longa viagem da biblioteca dos reis (Biblioteca Nacional, 2002), Nicolas-Antoine Taunay e seus trópicos tristes (Museu de Belas Artes Rio de Janeiro, Pinacoteca do Estado de São Paulo, 2008), Histórias mestiças (Instituto Tomie Ohtake, 2015), Traições: Nelson Leirner leitor de si e leitor dos outros (Galeria Vermelho, São Paulo, 2015), Histórias da infância (Masp, 2016), Histórias da sexualidade (Masp, 2017), Histórias Afro-Atlânticas com Adriano Pedrosa, Tomás Toledo, Ayrson Hieráclito e Hélio Menezes (MASP, Instituto Tomie Ohtake, 2018). Desde 2015 atua, também, como curadora adjunta para histórias e narrativas no Masp e é colunista do jornal Nexo.

Sebastián Romo | 6a.feira, 28/setembro, 13h30-15h00

Título: “Caminhando com fantasmas”, processos criativos e o caderno como ateliê móvel

 Estudou cinema documental, fotografia e artes plásticas na Universidade Nacional Autônoma do México. Foi convidado para trabalhos coletivos no espaço público das cidades de Nova York e Amsterdã. Entre seus mais recentes projetos individuais, estão: “La Belle Noiseuse” MARCO em Monterrey Nl, “Totem” no Museo del Chopo, “Tropicalia Negra” no museu experimental ECO e “Fiction Accelerator Machine” para a Bienal do Mercosul no Brasil, bem como “A vontade das coisas” no Centro Gallego de Arte Contemporanea e no Museu Carrillo Gil (Cidade do México, 2009). Também tem exposto coletivamente, no Martin GropiusBau em Berlim, Fundação De Appel na Holanda, STUK na Bélgica, o Hammer Museum de Los Angeles, CA, e o ICA da Filadélfia e Boston; destacam-se ainda o Museu Tamayo, a Coleção Jumex e o Museu de arte Moderno no México. Entre suas exposições individuais citam-se “Anomia” na OMR Gallery, “Tipos de tempos / espécies de espaços” no Espaço do artista, NY, “Das Ordens Invisíveis” na Galeria de Arte Contemporânea, entre outros. Foi premiado nas categorias de escultura e instalação. Foi membro do Sistema Nacional de Criadores de Arte (SNCA-FONCA). Atualmente dirige o Romo Atelier, que é uma plataforma educacional multidisciplinar de projetos contemporâneos. A monografia retrospectiva “Das Ordens Invisíveis” foi editado pelo CGAC em 2009. Em 2005, outro título monográfico foi publicado: “Space in space” (sulcos móveis específicos para locais), pela Revolver Publishing na Alemanha. O Atelier Romo tem cinco títulos monográficos publicados.

Abertura de Inscrições para Eleições da Diretoria da ANPAP Biênio 2019-2020

Estão abertas as inscrições de chapas para as eleições da Diretoria Biênio 2019-2020 da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas, conforme o Estatuto da ANPAP, a saber:

Capítulo V DA DIRETORIA Art. 18º – A Diretoria será eleita pela Assembleia Geral para um período de dois (2) anos, que deverá coincidir com o ano civil (de 1º de janeiro a 31 de dezembro), permiCda uma recondução por igual período, sendo constituída dos seguintes membros: Presidente; Vice-Presidente; 1º Secretário; 2º Secretário; 1º Tesoureiro; 2º Tesoureiro. § 1º – A Diretoria será eleita após a apresentação prévia da(s) chapa(s), que deverá (ão) se inscrever por meio de carta ou meio eletrônico dirigido à Presidência, até o dia 24/09/2018, antes da Assembleia Geral convocada para tal fim.

A Diretoria

27º Encontro Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas, Práticas e confrontAÇÕES

Caros pesquisadores autores Associados e não Associados, é com prazer que anunciamos o 27º Encontro da ANPAP 2018.

Programação Geral

Simpósios e Comitês

Atividades Paralelas

Laboratório Convite à atenção

28 de setembro, 14h-17h00, Local: Bienal de São Paulo

Após uma prática de atenção prolongada, que abarca etapas de observação, registro e compartilhamento, serão abordadas questões como a influência da estrutura na experiência do exercício e a relevância da atenção na contemporaneidade. Em subgrupos, os participantes poderão discutir os exercícios de acordo com seus contextos de atuação.

INSCRIÇÃO: Enviar email de solicitação anpap.secretaria20172018@gmail.com para participação.

Limite de 50 participantes.

Lançamento de Livros

Os interessados para o lançamento de livros durante o 27º Encontro Nacional ANPAP, organizado em parceria com a Livraria da UNESP, devem encaminhar mensagem para o e-mail anpap.secretaria20172018@gmail.com, até 05/setembro, contendo as seguintes informações:

  • Nome(s) do(s) autore(s)
  • Instituição em que atua
  • Nome do livro
  • Nome da editora
  • Ano de publicação
  • ISBN
  • Valor do livro na editora.

Local do 27º Encontro

Instituto de Artes da Unesp/SP

R. Dr. Bento Teobaldo Ferraz, 271

Barra Funda, São Paulo – SP

CEP 01140-070

Telefone: (11) 3393-8530

Transporte e Hospedagem

Tatiana Rocha, sócia proprietária da Rochatur, parceira do 27o Encontro Nacional da ANPAP, estará organizando os translados e estadia para aqueles que desejarem. Os contatos seguem abaixo:

Programação Cultural de São Paulo

BIENAL DE SÃO PAULO – 33ª Bienal de São Paulo. afinidades afetivas

Data: 7 de set de 2018 – 9 de dez de 2018. Ter, qua, sex, dom e feriados: 9h – 19h (entrada até 18h) qui, sáb: 9h – 22h (entrada até 21h). Fechado às segundas.

Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Parque Ibirapuera. Portão 3

MUSEU DE ARTE CONTEMPORANEA

Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301 – Ibirapuera

MUSEU DE ARTE MODERNA – MAM 70: MAM E MAC USP (1948-2018)

 De 4 de setembro a 16 de dezembro.  Terça a domingo, das 10h às 17h30
 MAM – Parque do Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral, s/n, Portão 3.
Ingressos: R$7 (inteira). Grátis aos sábados.

MUSEU AFRO BRASIL – Isso É Coisa de Preto – 130 Anos da Abolição da Escravidão

De 12 de maio a 30 de setembro.

Cinco exposições e homenageia Mestre Didi e Frans Krajcberg

De 21 de abril a 30 de setembro de 2018

Terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Avenida Pedro Álvares Cabral, Portão 10, s/n – Parque Ibirapuera

MASP – Histórias Afro-atlânticas / Melvin Edward / Kahlil Joseph

Terça-feira a domingo, das 10h às 18h. quinta-feira até 20h.

Av. Paulista, 1578 – Bela Vista. Estação Trianon MASP. Linha VerdeMetrô

ITAÚ CULTURAL – German Lorca: Mosaico do Tempo, 70 anos de fotografia

Até 4 de novembro. Terça a sexta, das 9h às 20h. Sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h

Itaú Cultural – Av. Paulista, 149 Grátis. Estação Metrô Brigadeiro. Linha Verde Metrô

SESC PAULISTA

Terça-feira a sábado, das 9h às 22h. Domingo, das 10h às 19h.

Av. Paulista, 119 – Bela Vista. Estação Metrô Brigadeiro. Linha Verde Metrô

JAPAN HOUSE – Exposição Aromas e Sabores

De 05 de junho 30 de setembro de 2018.  De segunda-feira a sábado, das10 às 22h. Domingo, das 10h às 18h. Av. Paulista, 52 – Bela Vista. Estação Metrô Brigadeiro. Linha Verde Metrô

CENTRO CULTURAL FIESP – Rafael e a definição da beleza

 De 19 de setembro a 16 de dezembro. Inauguração dia 19.
 De terça a sábado, das 10h às 22h e domingos, das 10h às 20h
 Av. Paulista, 1313. Grátis. Estação Metrô Brigadeiro. Linha Verde.

INSTITUTO MOREIRA SALLES – Irwing Penn: centenário.

De21/08 a 18/12. Terça-feira a domingo, das 10h às 20h. Av. Paulista, 2424. Estação Consolação do Metrô. Linha Verde.

INSTITUTO TOMIE OHTAKE – Exposição- AI-5- 50 ANOS: AINDA NÃO TERMINOU DE ACABAR.

Data: 04/09/2018 a 11/11/2018. Telefone: (11) 2245-1900

De terça-feira a domingo, das 11h às 20h.
Endereço: Av.Brigadeiro Faria Lima, 201. Entrada pela Rua dos Corupés, 88 – Pinheiros/Zona Oeste.

Metrô Faria Lima (800m). Linha Amarela. 

MUSEU BRASILEIRO DE ESCULTURA –  Regina Silveira, EXIT / Marco Maggi, O papel é inocente.

De 12 agosto a 4 novembro. Terça-feira a domingo, das 10h às 18h.

Av. Europa, 218 – Jardim Europa

TEATRO REANULT. O Fantasma da Ópera

De 02/08 a 16/12. Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 411 – Bela Vista/Centro.

http://premier.ticketsforfun.com.br/shows/show.aspx?sh=FANTASMA18

MUSEU DA IMAGEM E DO SOM – Hitchcock – Bastidores do Suspense

De 13 Jul-21 Out. Preço(s) 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia). Domingos: ingressos apenas na bilheteria. Terças-feiras: entrada gratuita. Menores de 5 anos não pagam

Horário(s) Terça a sexta, das 10h às 21h; sábados, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 11h às 20h

Avenida Europa, 158, 01449-000 Telefone (11) 3093-7800

PINACOTECA DO ESTADO- Valeska Soares, Entremeios (6 ago>22out) / Mulheres Radicais: arte latino Americana (1960-1985) (18ago>19nov)

Pinacoteca Luz: Praça da Luz, 2. Quarta a segunda, das 10h às 17h30

O valor do ingresso é R$ 6,00, sendo R$ 3,00 reais a meia-entrada para estudantes com carteirinha.

Estação Luz do Metrô. Linha Amarela.

Pinacoteca Estação: Lg. General Osório, 66. 5min da Estação Luz.

MUSEU DE ARTE SACRA

Cidades invisiveis, de Luiz Martins. De 07 julho a 07 outubro 2018. Sala MAS.

Sagrado Marfim: O Avesso do Avesso. Curadoria: Jorge Lúzio e Maria Inês Lopes Coutinho. De 20 de maio a 04 de novembro.

Ao lado da Estação Tiradentes do Metrô. Terça a domingo – 9h às 17h.

CENTRO CULTURAL BANCO DO BRASIL. 100 anos de Athos Bulcão

De 1º de agosto a 15 de outubro. De segunda-feira a domingo, das 9h às 21h. Terça-feira fechado.

Rua Álvares Penteado, 112, Centro. Entrada gratuita. Estação Sé do Metrô.